Câmara de Alandroal entre os municípios que mais gastou com a pandemia

Alandroal é o quarto município, a nível nacional que mais gastou com as medidas de combate à pandemia, segundo o relatório do Tribunal de Contas sobre “Impacto das medidas adotadas no âmbito da covid-19 nas entidades da Administração Local do Continente”.

À frente de Alandroal, nas despesas per capita, surgem os municípios de Lisboa, Cascais e Alcoutim.

João Grilo, presidente da Câmara de Alandroal, sobre este assunto, adianta que não está surpreendido, e que esta despesa “foi calculada e controlada, tendo em conta o grande desafio que enfrentámos, que foi a pandemia, e decidimos que tínhamos que  de estar perto das pessoas, investimos nos Bombeiros, GNR, escolas, nos nosso funcionários, IPSS’s, suportámos todas as despesas com testagem, desinfeção e EPI’S, porque não teriam capacidade financeira para o fazer, para além da instalação da ZCAP”.

O presidente esclarece que com base nos fundos comunitários, o município vai recuperar mais de 100 mil euros do investimento feito com a pandemia. “é natural que seja dos que mais investiu, importa esclarecer que o fizemos com base pela disponibilidade criada pela exceção que o FAM permitiu, de não amortizar a parte de capital do contrato de assistência financeira, uma vez que foi uma exceção, devido à pandemia, por outro lado, aproveitámos os fundos comunitários e de toda a despesa que fizemos, vamos recuperar mais de 100 mil euros do investimento que fizemos, já foi aprovado e vamos poder contar com essa verba”.

“Foi um investimento que a população entendeu como prioritário e necessário e achamos que foi uma boa forma de continuar a dar respostas, principalmente com o desafio que tínhamos todos pela frente”, remata João Grilo.

O impacto financeiro das medidas de resposta à covid-19 adotadas pelos municípios ultrapassou os 500 milhões de euros entre março de 2020 e março de 2021, no continente, sendo que o município de Alandroal, segundo o Tribunal de Contas gastou 847,8 mil euros.