Construção de estação elevatória em São Vicente é “mais-valia para população”

JoaoCharruadasJá foi feita a escritura para aquisição dos terrenos, na Freguesia de São Vicente e Ventosa, que irão dar origem a uma estação elevatória.

Depois de construída a ETAR, “há ainda um emissário que corre a céu aberto, na estrada de Nossa senhora da Ventosa”. Assim, com esta estação elevatória, “a população terá mais qualidade de vida, uma vez que os esgotos ficam 100% tratados”, garante João Charruadas, presidente da junta.

 João Charruadas adianta que, “mesmo que esta fosse a única obra do mandato seria uma mais valia, porque em quatro anos, esta obra e a ETAR rondam os 500 mil euros”.

O concurso público para a obra vai ser aberto, em breve. Este é um projeto em conjunto com as Águas do Vale do Tejo e representa um investimento de 200 mil euros.