Alunos do 12º ano pouco preparados para mercado de trabalho

Estudantes_GenericaOs estudantes do 12º ano estão pouco preparados para entrar no mercado de trabalho e os currículos do ensino secundário desajustados, revela um inquérito realizado a 47 empresas em Portugal.

“No que diz respeito aos alunos dos cursos profissionais, eu diria que poderíamos melhorar um bocadinho os currículos dos alunos, para que houvesse menos carga teórica e teria que ter mais parte prática e mais inserção no mercado de trabalho para garantirmos que esses mesmo alunos tivessem mais valências”, defende a diretora do agrupamento de Escola nº3 de Elvas, Fátima Pinto. “Agora levar isso de uma forma tão redutora, dizer que eles não estão preparados para o mercado de trabalho, eu não diria tanto, eu diria que precisariam de mais horas em contexto de trabalho”, acrescenta.

Das empresas inquiridas, 70 por cento considerou os currículos do secundário desajustados, 70 por cento qualificou-os de desalinhados e 80 por cento perceciona estes candidatos como pouco preparados.

Do mesmo estudo conclui-se que engenharia tecnológica, comercial, marketing e comunicação de informação, ciências económicas, operações e logística e automação são as cinco competências mais escassas em Portugal.

O inquérito foi realizado pelo BCSD Portugal.