Reclusos de Elvas praticam crimes de extorsão e ofensa à integridade física

Tribunal.jpgDois homens e uma mulher, de 33, 40 e 28 anos de idade, respetivamente, vão ser sujeitos a julgamento por tribunal coletivo pela prática de três crimes de extorsão e de um crime de ofensa à integridade física.

De acordo com o Ministério Público, os “crimes foram praticados entre Março e Abril de 2016 quando dois dos arguidos se encontravam presos no Estabelecimento Prisional de Elvas e com o concurso do terceiro que se encontrava em liberdade, formularam um plano para constranger outro recluso a entregar-lhes quantias em dinheiro sob ameaça de atentarem contra a sua vida e integridade física e contra a vida e integridade física de familiares seus, conseguindo, deste modo, que lhes fossem entregue quantia em montante que ascendeu a um total de € 3.300,00.”

O inquérito foi feito pelo Ministério Público da 2.ª Secção de Évora do Departamento de Investigação e Ação Penal e a investigação foi realizada pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária.

Share on FacebookTweet about this on Twitter