Camionista português com sinais de conduzir sob efeito de álcool ou drogas

Um camionista português foi apanhado a conduzir, ao que tudo indica, sob o efeito de álcool ou drogas, em Badajoz.

Intercetado pela Guardia Civil espanhola, depois da situação ter sido denunciada por outros automobilistas, o condutor do veículo pesado de mercadorias recusou-se a fazer qualquer tipo de teste.

O camionista circulou durante alguns quilómetros sem conseguir controlar a marcha, ocupando as duas faixas de rodagem da A-66.

O homem enfrenta a acusação de crime contra a segurança rodoviária e arrisca uma pena de prisão de três a seis meses, multa de seis a 12 meses e realização de trabalhos comunitários.