Elvas celebra 12 anos de Património Mundial com concertos e video mapping

Elvas comemora o 12º aniversário da sua classificação como Património da Humanidade, pela UNESCO, no próximo sábado, 29 de junho, com música, espetáculo de video mapping e fogo de artifício.

Lembrando o antes e depois desta importante classificação, em 2012, o presidente da Câmara de Elvas, Rondão Almeida, garante que hoje os números, em termos de visitantes, “falam por si”. “Estamos a falar em centenas de milhares que, de ano para ano, acorrem à nossa cidade. Se contactarmos com a hotelaria e os alojamentos locais, facilmente percebemos a grande diferença para antes de 2012”, assegura.

Considerando que esta foi “uma aposta forte”, o autarca explica que o município, na altura, teve pela frente um “trabalho demorado”, iniciado em 1994. “Quando apresentámos a candidatura, já tínhamos feito muito investimento na recuperação do património, o que levou a que a UNESCO tivesse considerado que tínhamos as condições necessárias para sermos hoje Património da Humanidade”, garante.

Sem dúvidas de que este foi “o mais importante ato praticado a pensar na cidade”, Rondão Almeida assegura que esta é uma data que “terá de ficar sempre na história dos elvenses”. Hoje em dia, e ao contrário do que acontecia até ao ano da sua classificação, Elvas, com um “estatuto mundial”, já não é conhecida apenas como “uma cidade de passagem para Badajoz”.

Para comemorar a data, a Câmara Municipal preparou um programa que inclui, no sábado, às 22 horas, com um concerto dos The Gift, na Praça da República, seguido de um espetáculo de video mapping, às 23h45, e fogo de artifício, por volta da meia-noite. As comemorações contam ainda, no domingo, às 21h30, no mesmo local, com um espetáculo dos Bandidos do Cante.