António Costa: plano de desconfinamento é apresentado dia 11 de março

AntonioCostaO primeiro-ministro anunciou esta sexta-feira, dia 26, depois da reunião do Conselho de Ministros que o confinamento se mantém e não há qualquer alteração às regras em vigor.

As medidas não vão ser alteradas porque estão a produzir os “efeitos desejados”. António Costa referiu também que o Governo vai apresentar o plano de desconfinamento no dia 11 de março, que será gradual em termos de abertura de atividades.

“O compromisso que eu quero aqui assumir é que dentro de 15 dias, no dia 11 de março, nós apresentaremos o plano de desconfinamento do país. Tal como fizemos há um ano atrás será seguramente um plano de desconfinamento gradual, que progressivamente irá abranger sucessivas atividades. E, tal como há um ano, será guiado por um conjunto de critérios objetivos que nos permitam ir medindo aquilo que é a evolução da pandemia”, disse o Primeiro Ministro.

“Este, infelizmente, não é ainda o tempo do desconfinamento”, referiu o Primeiro-Ministro, explicando que outro motivo para a manutenção das medidas em vigor é o facto de estas estarem a produzir os efeitos desejados de controlo da pandemia de covid-19. António Costa adiantou também que Portugal está “quatro vezes pior” do que estava quando se iniciou o desconfinamento em maio do ano passado.