+CO3SO já permitiu a criação de 332 postos de trabalho

CeiaDaSilvaO programa Alentejo 2020 já aprovou mais de 16 milhões de euros para projetos de apoio à criação de emprego na região, no âmbito do Programa +CO3SO Emprego.

António Ceia da Silva (na foto), presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, revelou que “já foram decididas cerca de 60 por cento das candidaturas, das mais de 800 apresentadas. Este programa teve a colaboração dos Gabinetes de Ação Local, em termos de apreciação das candidaturas, e já aprovámos mais de 16 milhões de euros, permitindo a criação de 332 postos de trabalhos”.

Este apoio, “atribuído ao longo de 36 meses sob a forma de subvenção não reembolsável, comparticipa a 100% os custos diretos com os postos de trabalho criados”, incluindo “salários e contribuições para a Segurança Social a cargo do empregador”, sublinhou o presidente.

O programa +CO3SO Emprego dividiu-se em três setores: +CO3SO Emprego Interior, para iniciativas de criação de emprego em territórios de baixa densidade; o +CO3SO Emprego Urbano, para projetos de criação de emprego que decorram de um plano de investimento a concretizar fora de territórios de baixa densidade e o +CO3SO Emprego Empreendedorismo Social que se destina à criação de emprego em iniciativas de empreendedorismo social.

A CCDR Alentejo espera ver aprovados todos os projetos entregues até ao final deste mês.