Vacina é a “única hipótese” contra a Covid, diz médico Sameiro Correia

VacinaA Covid-19 continua a matar milhares de pessoas, todos os dias, em todo o mundo, e a principal arma, que todos temos, para combater este inimigo invisível, é ficar em casa.

O médico António Sameiro Correia lembra que atravessamos uma “fase muito séria”, sendo os números divulgados, diariamente, de novas infeções e óbitos, uma chamada de atenção para termos cuidado e cumprirmos com todas as regras emanadas, desde o início, pela Direção-Geral da Saúde.

“Nunca tinha visto nada assim e ninguém estava preparado isto e o exemplo é o número de mortes que se tem registado, a nível mundial”, assegura o médico. Para contrariar a tendência, assegura, é preciso manter os cuidados de higiene básicos e as pessoas serem mais comedidas nas suas atitudes.

As pessoas, adianta, “têm de estar em casa”, manter os menores contactos possíveis. “Depois, quando tudo passar, vamos ter tempo para dar liberdade, para sair”, acrescenta.

Quanto à vacinação, em que muitos ainda parecem não aceitar, Sameiro Correia garante que não há outra alternativa. “Eu aconselho a vacinação e nós não temos outra hipótese”, assegura.

“Todas as vacinas que apareceram foram fruto de uma investigação muito grande e temos de dar a mão à palmatória, porque foi em tempo recorde que esta vacina apareceu”, explica o médico. “Nós não temos mais nada para combater a Covid-19, a não ser a prevenção. E a prevenção também começa por vacinar as pessoas”, remata.

De recordar que Portugal, em janeiro, foi o segundo país no mundo com mais casos de Covid-19 e o quarto com mais mortes, por dia.