Delta Cafés propõe Slow Coffee para o Dia de São Valentim

RuiNabeiroTodos queremos mais tempo. Para nós e para quem mais gostamos. Mas não é um tempo qualquer. Todos queremos aquele tempo que se estende e nos prende, e que nos faz querer saborear tudo mais devagar. Tal qual um café que foi feito para se prolongar — no tempo.

Slow Coffee é um café que se demora. Na sua produção, onde cada grão foi torrado cuidadosamente para realçar as melhores notas e aromas e nos seus encontros, onde as melhores origens foram especialmente combinadas para cada experiência.

“Mais tempo. Para quem gosta” é a proposta de Slow Coffee, da Delta Cafés, para assinalar o Dia de São Valentim e surpreender alguém com o melhor que lhe pode dar: um tempo bem passado, acompanhado de uma experiência de café única.

Os Kits The Dripping Experience e The Pressing Experience são o presente ideal para quem mais gostamos, pois têm tudo para proporcionar uma experiência sensorial única de café. Durante os dias 29 de janeiro e 14 de fevereiro na compra destes kits na loja online, a marca oferece um cartão personalizado e um QR code para aceder a uma playlist com músicas com um ritmo suave para desfrutar, com calma.

Os Kits Slow Coffee estão disponíveis na loja online da marca, em  https://www.deltaslowcoffee.com/, com entregas em todo o território nacional e ainda em alguns canais de distribuição, como o retalho. Para garantir as entregas antes do Dia de São Valentim, a compra deve ser feita até dia 9 de fevereiro.Kit Slow Coffee_The Dripping Experience

O Kit The Dripping Experience é constituído por uma embalagem de café com os melhores perfis sensoriais dos cafés da Colômbia e da Etiópia, um equipamento de extração Pour Over e uma chávena Slow Coffee.

A infusão gota a gota feita de forma lenta no equipamento Pour Over, faz com que os sabores complexos do café sejam acentuados, dando origem a uma bebida mais suave e rica em aromas.

Kit Slow Coffee_The Pressing ExperienceNo Kit The Pressing Experience encontra-se uma embalagem de café com as melhores características dos cafés da Tanzânia e da Costa Rica, um equipamento de extração French Press e uma chávena Slow Coffee.

Ao colocar o café juntamente com a água na French Press e estes ficarem em imersão durante alguns minutos, o resultado será uma extração mais uniforme, dando origem a um café mais encorpado, com texturas definidas e aromas marcantes.