Na Estremadura espanhola 8% da população já teve Covid e 5% tem anticorpos

CovidNa Estremadura espanhola a imunidade para o coronavírus está a crescer. Cerca de 5,7% dos estremenhos desenvolveram anticorpos para a covid-19, um número que sobe até 8,4 % em Cáceres e baixa para 4,1% em Badajoz.

Estes são os primeiros dados da quarta fase, de um estudo coordenado pelo Ministério da Saúde e o Instituto de Saúde Carlos III, que foram dados a conhecer em Madrid.

Com esta imunidade de 5,7%, a Estremadura espanhola ainda se situa abaixo da média nacional (9,9%), mas melhorou os dados em quase três pontos, desde julho.

Os resultados preliminares destes estudos indicam que, na Estremadura espanhola 8% da população foi contagiada com o novo coronavírus, desde o início da pandemia, o que corresponde a aproximadamente 85 mil pessoas.

Por localidades, Cáceres é a mais afetada com 10,4% da população infetada; em Badajoz 6,5% da população foi infetada. Já no que diz respeito ao género, nesta região do país vizinho a covid afetou mais homens (8,6%) do que mulheres (7,4%).

No que diz respeito ao número de pessoas com anticorpos, o mesmo é maior em grandes cidades, com mais de 100 mil habitantes. De acordo com o estudo apresentado, uma em cada dez pessoas que vive em Espanha já foi infetada pelo novo coronavírus: metade na primeira vaga da pandemia, e outra metade na segunda vaga.

Já a percentagem de pessoas assintomáticas, durante as quatro fases deste estudo, que têm anticorpos situa-se nos 3,3%, sendo que nas outras fases do estudo era entre 2.5 e 2.8 %, enquanto a percentagem de pacientes assintomáticos em relação ao total de positivos é estimado em cerca de 30%.