Livro “56 Bolotas” distribuído em escolas do Alto Alentejo

56BolotasConcluindo o terceiro ano da atividade “Fábrica de Histórias”, desenvolvida pela organização Cabeçudos, no âmbito da Rede de Promoção do Sucesso Educativo no Alto Alentejo, promovido pela CIMAA, e que visa o desenvolvimento de oficinas de escrita, revisão e ilustração, o resultado final, o livro “56 Bolotas”, vai ser distribuído nas escolas não só aos autores mas a todos os alunos que frequentam o 1º CEB dos nove concelhos onde foi concretizado o projeto.

Em 2020, 387 alunos do 3.º e 4.º anos das escolas dos municípios de Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Gavião, Portalegre e Sousel quiseram falar do presente e do futuro, não só das regiões onde vivem mas de todo o país, com base na Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas.

Desta vez, as oficinas com os alunos foram além da escrita criativa e das artes plásticas. Os jovens autores de texto e ilustração foram desafiados a refletir na ação dos humanos sobre a natureza e na vulnerabilidade desta relação. Assim, os alunos-autores criaram, para vários setores e temas, uma lista de boas práticas. Puseram depois no papel, em texto e ilustração, as suas palavras de ordem e os seus desejos. Este manifesto foi divulgado em paredes e murais por todo os concelhos envolvidos.

O título do livro “56 Bolotas” partiu de um aluno, que decidiu recolher 56 bolotas para reflorestar o mundo, entendendo assim a necessidade de cuidar da floresta, dos animais, do ambiente, dos recursos naturais e da saúde. Este manifesto foi reproduzido em paredes e murais por todo os concelhos envolvidos.

Nesta terceira edição da Fábrica de Histórias, a APA – Agência Portuguesa do Ambiente juntouse à UNESCO, ao PNL2027 e ao PNPSE no apoio institucional ao projeto.