Praxes proibidas no interior da ESAE

ESAEAs três instituições de Ensino Superior do Alentejo já definiram os seus calendários escolares para o ano letivo 2020-2021. O Instituto Politécnico de Portalegre, a Universidade de Évora e o Instituto Politécnico de Beja definiram todos o 6 de outubro para iniciar as atividades letivas das licenciaturas.

No entanto, o Instituto Politécnico de Portalegre apresenta duas exceções, nomeadamente, para o 3º e 4º anos da licenciatura em Enfermagem, da Escola Superior de Saúde, que iniciou a 7 de setembro, e para o 1º ano dos cursos de licenciatura da Escola Superior Agrária de Elvas, que iniciam a 19 de outubro.

Para os alunos que começam esta terça-feira, dia 6, o ano letivo na instituição de ensino superior de Elvas, “as atividades de receção aos novos alunos, vulgarmente conhecidas como praxes, estão proibidas no interior do estabelecimento”, de acordo com o diretor da escola, José Manuel Rato Nunes.

“Seguindo as orientações do Ministério da Tecnologia, Ciência e Ensino Superior, não vão ser permitidas as atividades dentro das instalações da escola. Fora do estabelecimento, já é um assunto de polícia e que nos transcende. Esta decisão, prende-se com o objetivo de evitar aglomerações de pessoas devido à Covid-19, sublinhou o diretor da escola”.

De recordar que, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, veio já dizer que “as praxes não se vão poder realizar dentro dos mesmo moldes dos anos anteriores” (ver aqui).