Governo fixa zona especial de proteção do Cromeleque dos Almendres

Cromeleque_dos_Almendres1340O Governo fixou, recentemente, uma zona especial de proteção do Cromeleque dos Almendres, situado na União das Freguesias de Tourega e Guadalupe, no concelho de Évora.

Com isto, pretende-se proteger este monumento nacional de possíveis intervenções que tenham impacto negativo no mesmo, explica a diretora regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira. Com esta zona especial de proteção do Cromeleque dos Almendres, é ainda “fixada uma área de sensibilidade arqueológica, que vem tornar objeto de autorização da tutela do património todas as intervenções que venham a ser realizadas”, acrescenta.

Situado na Herdade dos Almendres, o Cromeleque dos Almendres “é o mais notável exemplo das primeiras arquitecturas megalíticas, remontando provavelmente ao neolítico médio e correspondendo às mais antigas construções coletivas sagradas deste período e apresentando possível significado astronómico”.

Destacam-se a sua dimensão, ainda com 95 monólitos, a presença de gravuras em alguns deles, o seu bom estado de conservação e o facto de se tratar do maior conjunto de menires estruturados de toda a Península Ibérica, e um dos mais relevantes do Megalistismo Europeu.