Pandemia leva a rotura de stocks de piscinas desmontáveis

PiscinasDesmontaveisA pandemia Covid-19 fez disparar, este verão, a compra de piscinas insufláveis e desmontáveis em Portugal. Seja por receio de ir à praia ou até às piscinas públicas, os portugueses acabaram mesmo por esgotar, na grande maioria das superfícies que comercializam este tipo de equipamentos, o stock existente.

Saímos à rua para perceber, junto dos elvenses, que motivos encontram para esta situação, e se decidiram comprar as chamadas piscinas “low-cost”.

Uma senhora revela-nos que tentou comprar uma destas piscinas para o neto, mas sem sucesso. Adianta que, tal como muitos outras pessoas, tem receio de ir à praia e às piscinas municipais, encontrando aí a justificação para o facto de estes equipamentos terem esgotado. “As pessoas estão com medo, como eu tenho”, garante.

O receio de contágio, numa piscina pública, é apontado também por um outro elvense como um dos principais motivos para o stock de piscinas desmontáveis ter esgotado. “Acho que o pessoal está com medo de ir para a piscina e compra piscinas para ficar em casa, mais protegidos”, comenta.

Uma outra senhora assegura que é sobretudo “a pensar nas crianças” que as famílias optaram, este verão, por este tipo de piscinas, para evitar as expor ao perigo. Apesar do receio de ir até às piscinas municipais de Elvas, revela que pondera ir, “pelo menos uma semana”, para o Algarve.

Já um senhor conta que, para as suas netas, conseguiu ainda comprar uma piscina este ano. Refere que, e porque trabalha nas piscinas de Elvas, não sente que as pessoas têm medo de frequentar aquele equipamento municipal.