Campo Maior: Centro Interpretativo da Fortificação começa a ganhar forma

ObrasCentroInterpretativoFortificacaoTiveram início, na semana passada, os trabalhos de instalação da componente museográfica do Centro Interpretativo da Fortificação Abaluartada de Campo Maior.

O presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, João Muacho, lembra que a obra física teve início em outubro de 2017, sendo que, por esta altura, já se dão os primeiros passos nesta nova fase, com o espaço a ganhar forma, para abrir, ainda este ano.

“Estamos já numa fase final, em que se torna necessário montar os equipamentos museológicos e a museografia daquele espaço, ou seja, estamos já a dar os primeiros passos nesta nova componente e nem houve grandes atrasos, como era expectável”, revela o autarca.

Até final do mês, “meados de agosto”, Muacho acredita que o espaço poderá estar já equipado e “lá mais para a frente” possa ser visitado por todos.

De recordar que este é um projeto integrado na operação de Requalificação da Fortificação Abaluartada de Campo Maior, vocacionado para o turismo.

A obra de recuperação da fortificação representa um investimento total na ordem dos cinco milhões de euros, 600 mil destinados ao centro interpretativo.