SEF detém cidadão no Caia por posse de droga e arma proibida

DSC_7207O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no âmbito do controlo de fronteira nos Pontos de Passagem Autorizados deteve três cidadãos portugueses, entre quinta e sexta-feira, dias 11 e 12.

Na fronteira do Caia foi detido um cidadão português na posse de estupefacientes e de arma proibida. O cidadão em causa foi detido e notificado para comparecer em tribunal.

Em Castro Marim, o SEF deu cumprimento a um mandado de detenção europeu a uma cidadã portuguesa que se preparava para entrar em território nacional. A cidadã em causa foi detida para efeitos de cumprimento de pena de três anos de prisão efetiva pelo crime de tráfico de estupefacientes, tendo sido conduzida pelo SEF ao Estabelecimento Prisional de Tires.

Já no ponto de passagem autorizado de Vilar Formoso, foi detido um cidadão português, de 43 anos de idade, para cumprimento da pena de prisão efectiva de 16 anos, pelo prática de 12 crimes de escravidão. O cidadão, alvo de um mandado de captura e detenção para efeitos de cumprimento de pena, emitido pelo Tribunal de Castelo Branco, foi intercetado no decorrer de um controlo de fronteira efetuado a viatura ligeira proveniente de Valladolid. Em cumprimento do mandado, o cidadão foi entregue no Estabelecimento Prisional da Guarda.

Desde o dia 16 março, altura em que foram repostas as fronteiras terrestres, o SEF, em colaboração com a GNR, já controlou 636.686 mil cidadãos. Destes, 4.472 não foram autorizados a entrar em Portugal e 20 foram detidos.