DECO alerta para esquemas fraudulentos

DECONesta fase da pandemia do Covid-19 há ofertas e curas milagrosas, que são enviadas por email ou mensagens de texto.

Helena Guerra, Delegada Regional da DECO em Évora avisa que “estes são sistemas fraudulentos que pretendem aceder aos dados do consumidor, e podem bloquear o telemóvel e exigir dinheiro para o desbloquear, portanto a regra é desconfiar e não aceder a links ou email com caráter duvidoso, os dados poderão serão utilizados por burlões para usar dados para fins ilícitos ou vitima de um esquema fraudulento que pode comprometer a sua segurança”.

Helena Guerra deixa alguns conselhos para não se deixar enganar por neste tipo de situação, como por exemplo: “aceda única e exclusivamente aos conteúdos da imprensa divulga através da Direção-Geral da Saúde são os conteúdos verdadeiros, desconfie se for abordado por telefone, email ou a porta e casa com soluções milagrosas, uma vez que ainda não existe nenhum medicamento que possa curar este vírus.”

“Torna-se importante que as pessoas se mantenham alerta para evitar estas situações, principalmente as pessoas mais vulneráveis”, acrescenta ainda Helena Guerra.