Câmara de Alandroal desafia população a produzir máscaras

MascarasTodosAlandroalNo sentido de aumentar a proteção contra a covid-19, sobretudo em espaços fechados, a Câmara Municipal de Alandroal decidiu desafiar a população do concelho a produzir máscaras reutilizáveis, oferecendo à mesma a matéria-prima necessária.

A ideia de produzir estas máscaras, explica o presidente da Câmara de Alandroal, João Grilo, surge no sentido de fazer face à falta de resposta do mercado e aos elevados preços praticados. “As recomendações apontam todas no sentido de a população, sempre que tenha de sair de casa, esteja munida deste equipamento”, lembra ainda.

“Também não queremos, nem podemos, a nível municipal, continuar a adquirir material de forma massiva e também não queremos colocar pressão sobre o material que faz falta para o pessoal da saúde”, explica ainda João Grilo.

O ateliê de costura da Universidade Sénior de Alandroal, adianta o autarca, foi o responsável por estruturar esta resposta, sendo que as propostas de modelos e materiais foram elaboradas com o parecer do Concelho de Escolas Médicas Portuguesas.

“Estimamos que, para o seu dia-a-dia, cada pessoa precisa de apenas quatro máscaras reutilizáveis, e pode produzir para si, para a sua família e para a comunidade”, diz ainda João Grilo, adiantando que a autarquia tem um stock para distribuir para quem precisa.

Este projeto do município de Alandroal não deixa de fora de ninguém, sendo que as monitoras do ateliê de costura da universidade sénior, através de videochamada, disponibilizam-se para dar as devidas orientações a quem quiser participar e ajudar na produção de máscaras reutilizáveis.

O autarca explica ainda que para os profissionais de saúde, forças de segurança e bombeiros, a autarquia vai continuar a disponibilizar de equipamentos certificados.