Covid-19: confinamento pode vir a originar excesso de peso

ComerA pandemia de covid-19 e o confinamento imposto à população têm provocado, em muita gente, ansiedade, para além dos sentimentos de solidão e tristeza.

Consequência dessa ansiedade, e de acordo com Edelweiss Lucariello, especialista brasileira em psiconutrição, a residir e a exercer em Badajoz, as pessoas, obrigadas a manterem-se em casa, estão a comer “muito mais que aquilo que precisam”, o que pode vir a originar excesso de peso.

“As pessoas estão muito afastadas e como não podem sair de casa, estão a ficar com muita ansiedade e a comer muito mais que o necessário”, garante. As nossas cabeças, antes desta crise, explica a especialista, estavam “sempre ocupadas e aceleradas”. A verdade é que, agora, por mais que as pessoas estejam por casa, “continuam aceleradas”.

Edelweiss assegura ser importante quer as pessoas prestem atenção aos cinco sentidos e evitem estar “sempre com a cabeça no que têm para fazer”. “O desporto é para continuar a fazer, em casa, e o planeamento das refeições também”, acrescenta. “Muita gente está a comer porque não tem nada para fazer”, diz ainda, lembrando que esta é a altura ideal para estar com a família e “jogar com os filhos”.

Através do Instagram, do Facebook e do YouTube, e tal como exemplificamos abaixo, Edelweiss tem partilhado com os seus seguidores vários vídeos, em português e espanhol, entre outros, com várias técnicas para que as pessoas não se sintam isoladas, para diminuir os níveis de ansiedade e conselhos para evitar o contágio por coronavírus.