Futuróptica assegura serviços mínimos

FuturopticaAs óticas, consideradas prestadoras de cuidados de saúde primários de visão, continuam abertas em todo o país. A Futuróptica, em Campo Maior, e a Elióptica, em Elvas, e por exemplo, estão neste momento a assegurar os serviços mínimos de funcionamento.

Estes dois estabelecimentos, de acordo com o seu proprietário, Angelino Gomes, estão de portas abertas, apenas entre as 10 e as 13 horas, para assegurar as principais necessidades e urgências dos clientes. Contudo, a marcação deve ser feita, previamente, através de contacto telefónico.

Angelino explica que estes têm sido “dias de pouco movimento”. “Está tudo recolhido e acho muito bem, porque temos que nos prevenir”, diz ainda. “Isto é uma guerra que estamos sem ver o fim”, remata.