Fronteira do Retiro desrespeitada por quem a transpõe

DSC_7357A fronteira do Retiro, entre Campo Maior e Badajoz, continua a ser transposta à revelia das medidas postas em prática pelos governos de Portugal e Espanha, que interromperam as fronteiras terrestres entre os dois países, com excepção de nove locais. Na nossa região, a fronteira do Caia, entre Elvas e Badajoz, é uma das nove excepções.

Todavia, na fronteira do Retiro, como documentamos através da fotografias que aqui publicamos, continua a haver quem derrube os blocos de betão que estão atravessados na estrada e quem transponha a linha fronteiriça a pé, o que se encontra proibido.

Em certos casos, como também mostram as fotografia obtidas pela reportagem da Rádio ELVAS e da Rádio Campo Maior, há quem passa a fronteira a pé, no sentido Portugal-Espanha, e acabe por ter alguém, de automóvel, no lado espanhol, que os transporte na direção de Badajoz.