ARKUS apresenta património de Elvas através do “Mistério da Rainha da Fronteira”

MisterioRainhaFronteiraARKUSAtravés do projeto “Mistério da Rainha da Fronteira”, a associação juvenil ARKUS, de Elvas, tem dado a conhecer a visitantes, e não só, os locais, os património e aquilo que de melhor há na cidade.

Raquel Pirota, da associação, explica que esta é uma forma de apresentar Elvas de uma “forma dinâmica”, ligando o turismo à arte da representação.

“Nós criámos um mistério para as pessoas estarem envolvidas na visita”, sendo que “em cada monumento, há uma personagem que irá dar pistas sobre esse mistério”, revela Raquel Pirota. “Quem é a rainha da fronteira? É essa a questão”, adianta.

O grande mistério desta visita teatralizada criada pela ARKUS é desvendado no Forte da Graça, sendo que os grupos são acompanhados por uma guia, a princesa da história, que vai contando “passinho a passinho” a história de Elvas.

“É um projeto muito positivo e que deu resultado, tanto para nós (ARKUS), como para Elvas”, remata Raquel Pirota. Por Elvas, para conhecer a cidade, através da história da ARKUS, já passaram várias dezenas de grupos, oriundos de todo o país e da vizinha Espanha.