Exposição com obras da coleção de António Cachola no MACE

_DSC0155A exposição “2012-2020 obras da Coleção António Cachola” está patente no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, contando peças expostas em dois locais fora do Museu, no paiol de Nossa Senhora da Conceição e no Forte da Graça.

A exposição conta com obras de cerca de dezenas artistas portugueses, em vários formatos visuais.

O presidente da Câmara de Elvas Nuno Mocinha considera que esta nova exposição é” mais um fator de atração para o concelho, para Elvas e para o Alto Alentejo, que marca pontos na Arte Contemporânea”. O presidente afirma que o MACE foi “uma boa aposta, e é um projeto que tem vindo a ser consolidado”, sendo que esta é das coleções mais importantes de arte contemporânea portuguesa, porque apenas engloba artistas portugueses.

O presidente da Região de Turismo Alentejo/Ribatejo Ceia da Silva disse à nossa reportagem que esta exposição é “fabulosa e que dignifica não só a região, mas também o país, com um nível internacional, com peças de excelência”. Ceia da Silva felicita não só Nuno Mocinha, mas também o Comendador António Cachola, “por aquilo que tem feito em prol da região.”

Já a Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira valoriza o facto de o MACE ser o único museu público de arte contemporânea do Alentejo, que tem feito um trabalho extraordinário, com exposições do mais alto nível, com rigor e exigência”. Ana Paula Amendoeira acrescenta que “esta exposição podia estar em qualquer sítio pela sua qualidade, mas está no Alentejo”, elogiando o Comendador António Cachola “pela forma como concebeu esta exposição, porque surpreende o visitante a cada nova sala””.

A exposição “2012-2020 obras da Coleção António Cachola” estará patente até dia 3 de janeiro de 2021, no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, contando ainda com dois locais fora do Museu, o paiol de Nossa Senhora da Conceição e o Forte da Graça, estando ainda prevista a colocação de uma obra na Biblioteca Dra. Elsa Grilo, no Largo do Colégio.