A floresta autóctone no “Ambiente em FM”

Nuno Sequeira (2)A floresta autóctone é composta por espécies características de cada região que evoluíram ao longo de muitos anos, em conjunto, e também são conhecidas como floresta nativa ou natural.

A nível global, a área ocupada por floresta natural tem vindo a diminuir de forma constante, desde há cerca de 500 anos, “devido à intensificação da agricultura, pastorícia, e à monocultura de árvores como por exemplo os eucaliptos ou pinheiro bravo que ocupam muitos terrenos e acabam com as florestas naturais, mas também os incêndios florestais”, como explica Nuno Sequeira, da Quercus.

Os montados, característicos da região Alentejo, “ocupam 37% da área florestal nacional, e estão a atravessar muitas ameaças relacionadas com vários fatores, como as alterações climáticas que incidem sobre os sobreiros, problemas com ataques patológicos, que estão relacionados com as doenças do sobreiro e azinheiras, mas também o olival intensivo que acaba com os montados”.

Nuno Sequeira deixa alguns conselhos como por exemplo, “continuar a reciclar papel, a prevenção dos incêndios florestais, colaborar na vigilância das florestas e, sempre que possível, plantar espécies autóctones”.