Roncas: um marco do natal de Elvas

AntonioBrinqueteRoncasElvasOs cantares ao Menino em Elvas são uma constante pelo natal, sendo o uso das roncas imprescindível nesta tradição secular.

António Brinquete, natural da Terrugem, é um dos produtores deste instrumento musical no concelho. Hoje em dia, dá-lhe várias formas, cores e feitios, fazendo uso dos mais diversos materiais.  Latas, cântaros, panelas e até mesmo um penico já serviram para António produzir as suas roncas que, garante, conforme vai encontrado materiais, “vão surgindo as ideias”.

Também a pensar nas crianças, António produz umas roncas muito especiais e mais pequenas, através de, por exemplo, latas de farinha para bebé. “A minha neta, com dois anos, toca ronca sozinha. Começou a ver e aprendeu”, diz, orgulhoso.

António Brinquete revela ainda que começou a produzir roncas “por brincadeira”, tendo, atualmente, uma coleção de 70. Quanto àquelas que já fez e vendeu, perdeu-lhes a conta. Explica ainda que quase todas as roncas que produz partem da sua imaginação, sendo que faz algumas também a pedido de quem lhas quer comprar.

A ronca, na sua versão tradicional, que acompanha na quadra de Natal os cantes ao Menino, é uma vasilha de barro, à qual se ata na boca uma pele, onde é presa, ao centro, uma pequena e fina cana.