Remoção de amianto no Ambiente em FM

Nuno-SequeiraNuma altura em que muito se fala da questão do amianto e da necessidade da sua remoção de escolas e outros edifícios públicos, a Quercus vem agora alertar para o facto de ser mais barato retira uma cobertura de amianto de um edifício do que tratar um doente de cancro provocado por este material.

Nuno Sequeira (na foto), da Quercus, garante que “fica 50 vezes mais barato retirar o amianto de uma edifício. Segundo a Organização Mundial da Saúde, para retirar 500m2 de amianto, uma cobertura média de uma escola, os custos rondam os 5 mil euros, incluindo as análises e gestão dos resíduos, enquanto tratar um mesotelioma custa em média ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) 262.939 euros”.

Segundo a plataforma SOS AMIANTO, da Quercus, já deram entrada mais de 100 denúncias no que diz respeito ao amianto.

A remoção do amianto é o tema da edição desta semana do programa Ambiente em FM com Nuno Sequeira, da Quercus.