Bombeiros de Campo Maior registam menos ocorrências que em 2018

44903141_2112288188815258_6810988326594543616_oDurante o período crítico de incêndios que terminou no passado mês de outubro, os Bombeiros Voluntários de Campo Maior registaram menos ocorrências que no ano de 2018, fruto também do dispositivo de combate a incêndios do qual dispunham este ano.

Miguel Carvalho, comandante da corporação campomaiorense referiu que “no concelho de Campo Maior os Bombeiros estiveram em 42 ocorrências, e registaram 8.5 hectares de área ardida”, algo que para o comandante “é uma vitória, também pelo ataque inicial que foi feito aos incêndios”. A corporação foi ainda solicitada para “mais 62 ocorrências fora do concelho de Campo Maior, o que totaliza 104 ocorrências”.

Em 2018 Campo Maior não teve dispositivo de combate a incêndios, “mas este ano conseguiram ter quatro equipas de combate, em simultâneo, nas alturas mais críticas” como explica o comandante, “algo que foi conseguido com o esforço dos bombeiros”.

O ano passado “por falta de ataque inicial musculado existiram dois incêndios de grande dimensão”, o comandante refere que “a essência dos bombeiros é ajudar as pessoas e os seus bens e neste sentido faz todo o sentido existir um dispositivo de combate a incêndios”. O comandante felicita e agradece à sua corporação pelo “excelente trabalho desenvolvido.”

Os Bombeiros Voluntários de Campo Maior contam atualmente com 27 elementos no quadro ativo.