Ambiente em FM com Nuno Sequeira

NunoSequeira_QuercusOs fabricantes vão ser obrigados a tornar os eletrodomésticos mais fáceis de reparar, de forma a cumprir as medidas pioneiras que a Comissão Europeia adotou, e que também implicam uma redução da energia necessária para o seu funcionamento

Segundo Nuno Sequeira (na foto), da Quercus, “a partir de 2021, todos os televisores, monitores, frigoríficos, entre outros, terão que cumprir os requisitos mínimos de reparabilidade criados com o propósito de prologar a sua vida útil”.

A Quercus junta-se assim à campanha Coolproducts, da qual é membro, para assinalar que as recentes medidas adotadas pela União Europeia (UE) tornarão os produtos mais fáceis de reparar e mais eficientes energeticamente, poupando dinheiro aos consumidores e reduzindo as emissões.

As medidas que a União Europeia implementou para tornar os eletrodomésticos mais fáceis de reparar são o tema do Ambiente em FM.