Causas e tratamentos no “Cuidar na Demência” desta semana

Rosalia GuerraA demência não é uma doença específica, mas um termo que se refere a sintomas que interferem negativamente no raciocínio, na linguagem e na memória, em virtude de desordens que afetam o cérebro.

As causas de demência, explica Rosália Guerra, do Gabinete Alzheimer Maior, de Campo Maior, podem ser de dois tipos: podem ser de caráter degenerativo, que “têm a ver com um conjunto de processos biológicos e algumas até de caráter genético”; “outras causas são mais imediatas e resultam sobretudo de doenças de caráter cardiovascular”.

A demência é responsável pelo surgimento de vários sintomas comportamentais e psicológicos, que podem ser aliviados através de medicação, mas não só. A farmacologia, de acordo com Rosália Guerra, é “fundamental no controlo dos sintomas e no impedimento da evolução da doença”. Contudo, existem algumas abordagens de intervenções não farmacológicas em estudo, como a estimulação cerebral profunda e a estimulação magnética cerebral não invasiva.

As causas e os tratamentos dos casos de demência são o tema em destaque, esta semana, no programa “Cuidar na Demência”, com Rosália Guerra.