Campo Maior celebrou dia da Liberdade com hastear das bandeiras e petanca

As celebrações do dia da Liberdade, dia 25 de abril, realizaram-se hoje em Campo Maior e contaram com hastear de bandeiras, um torneio de petanca e algumas atividades desportivas para crianças.

O presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, considerou que atualmente “vive-se um período de estabilidade” mas é preciso continuar essa linha.

O autarca falou das atividades desportivas que prepararam e afirma-se “satisfeito” por se realizar o torneio de petanca “neste dia”.

O comendador Rui Nabeiro também participou nas celebrações e sente que se deve sempre fazer mais e ir “além dos valores do 25 de abril por um mundo melhor”.

O regente da Banda 1º de Dezembro de Campo Maior, Henrique Martins, explica que a banda tem sempre gosto em comemorar dias como o 25 de abril.

As celebrações contaram com a participação de alguma população e João Carita refere que há cerca de 30 anos “havia mais gente que se juntava”, mas é sempre importante celebrar o dia da Liberdade.

Também José António se juntou à celebração e é da opinião que atualmente a sociedade está melhor em relação ao período anterior a 1974.

Durante a manhã também se realizou o torneio de petanca e um dos organizadores da competição, Manuel Marques, desmente a ideia de que a petanca é um desporto só para a terceira idade.

As celebrações do 25 de abril em Campo Maior contaram com atividades desportivas para crianças, um torneio de petanca e o hastear das bandeiras em juntas de freguesia, associações e uma atuação pelas ruas da banda 1º de Dezembro.