Casa da História Judaica inaugurada em Elvas

DSC_7962A Casa da História judaica de Elvas, localizada na Rua dos Açougues, foi aberta ao público ontem, depois de ter sido inaugurada em 2017 e ter sofrido obras de recuperação.

Ricardo Pinheiro, presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo referiu que “a abertura da casa da História judaica se trata de uma homenagem que Elvas presta aos judeus no mundo, e é importante para o Alentejo na medida em que valoriza os povos que passaram por esta região”.

Pedro Murcela, presidente da Assembleia Municipal de Campo Maior e deputado pelo PS na Assembleia da República enalteceu “a importância da recuperação deste património, para que se recorde a história”

Ana Paula Amendoeira, diretora regional da Cultura do Alentejo destaca “o investimento feito pela autarquia em recuperar esta casa judaica” e refere que “este é um projeto que aposta na cultura de tolerância de Elvas, como património mundial da UNESCO”

Nuno Mocinha presidente da Câmara Municipal de Elvas referiu que “a casa faz parte do património mundial, e que este é um elemento de grande importância porque conta parte da história dos judeus que viveram em Elvas”

A casa da História Judaica de Elvas está aberta ao público de terça-feira a domingo das 10 horas às 12 horas e das 15 horas às 18 horas.