Alunos de Campo Maior participam na “Fábrica de Histórias” (c/áudio)

Cerca de 20 alunos do 3º e 4º anos do Centro Escolar de Campo Maior participaram na Fábrica de Histórias, uma iniciativa desenvolvida pela empresa “Cabeçudos”, livraria sediada em Lisboa que tem como objetivo a promoção da cultura e das artes junto dos alunos.

Na iniciativa, cujo objetivo é o lançamento de um livro, os alunos desenvolvem atividades como escrita de textos ou ilustrações à volta de um tema que este ano se dedica ao património dos concelhos , conforme explicou Rui Andrade,  responsável pelo projeto.

As crianças escrevem também um texto a uma figura pública , onde descrevem o seu concelho e utilizam argumentos para que essa figura pública visite a região.

Os alunos do 4º ano do Centro Escolar de Campo Maior escolheram o jogador do Benfica “Pizzi”. Já aos alunos do 3º ano  coube a tarefa da ilustração das Festas de Campo Maior. O lançamento do livro está previsto para dia 15 de junho.

Este é projeto promovido pela CIMAA – Rede de Promoção do Sucesso Educativo no Alto Alentejo e envolve   cerca de 320 alunos.

Oiça as declarações na íntegra de Rui Andrade.

Cerca de 20 alunos do 3º e 4º anos do Centro Escolar de Campo Maior participaram na Fábrica de Histórias, uma iniciativa desenvolvida pela empresa “Cabeçudos”, livraria sediada em Lisboa que tem como objetivo a promoção da cultura e das artes junto dos alunos.

Na iniciativa, cujo objetivo é o lançamento de um livro, os alunos desenvolvem atividades como escrita de textos ou ilustrações à volta de um tema que este ano se dedica ao património dos concelhos , conforme explicou Rui Andrade,  responsável pelo projeto

As crianças escrevem também um texto a uma figura pública , onde descrevem o seu concelho e utilizam argumentos para que essa figura pública visite a região,

Os alunos do 4º ano do Centro Escolar de Campo Maior escolheram o jogador do Benfica “Pizzi”. Já aos alunos do 3º ano  coube a tarefa da ilustração das Festas de Campo Maior. O lançamento do livro está previsto para dia 15 de junho.

Este é projeto  promovido pela CIMAA – Rede de Promoção do Sucesso Educativo no Alto Alentejo e envolve   cerca de 320 alunos.