GNR: Operação para Proteção de Espécies Protegidas apreendeu 164 aves

GNR - Proteção de Espécies ProtegidasA Guarda Nacional Republicana, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), entre os dias 15 e 20 de dezembro, em todo o território nacional, realizou ações de fiscalização no âmbito da proteção de espécies da vida selvagem com o intuito de prevenir, detetar e reprimir situações de tráfico, exploração, comercialização e detenção de exemplares deste tipo.

Durante a operação, militares dos comandos territoriais, em coordenação com a estrutura SEPNA, fiscalizaram 209 estabelecimentos comerciais, 29 feiras e duas exposições, tendo registado: 68 contraordenações e 164 aves apreendidas.

Esta operação decorreu no âmbito da Convenção Sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES), que regula o comércio internacional de espécimes das espécies da fauna e da flora selvagens (espécimes vivos de animais e plantas e suas partes e derivados) com base num sistema de licenças e certificados que provam a sua origem legal.

A “Animalia”, na Rua de Alcamim , foi uma das lojas inspecionadas mas sem qualquer registo de apreensão.

No que diz respeito ao distrito de Portalegre, a GNR apreendeu 53 aves; identificou um homem e elaborou três autos de contraordenação.