2017: Pior ano de incêndios dos últimos 15 anos

avião canadairO ano de 2017 foi registado como o ano mais severo em incêndios, dos últimos 15 anos e superou assim os anos de 2003, 2005 e 2010.

De acordo com dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), já se registaram mais de 3500 ocorrências e mais 48 mil hectares de área ardida do que no ano passado.

O Comandante Rui Conchinha, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, referiu “que de facto foi um ano muito atípico em termos de ocorrências de incêndios florestais”.

O número de detidos por fogo posto também continua a subir. Até ao momento, o número de pessoas detidas este ano já quase duplica o de 2016. No ano passado registaram-se 53 detidos por fogo posto e este ano as forças de segurança, GNR e PJ, detiveram 102 pessoas.

O Comandante Rui Conchinha refere “que a ANPC está focada essencialmente no combate aos incêndios mas está certo que as outras entidades de fiscalização e prevenção estão a fazer o seu trabalho para contrariar estes dados”.

Recorde-se que entre 15 e 21 de agosto registaram-se 1.276 incêndios, que foram combatidos por 37.914 bombeiros com o auxílio de 10.087 meios terrestres e 668 meios aéreos.

Oiça as declarações de Rui Conchinha do CDOS nos noticiários.