Operação Hermes com mais acidentes em relação a 2016

GNRA Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou, entre os dias 14 a 16 de julho, as ações de patrulhamento e apoio aos utentes das vias rodoviárias, com o objetivo de garantir a sua segurança durante os deslocamentos de e para os locais de veraneio e eventos de diversa natureza próprios desta altura do ano.

Durante os três dias desta 2.ª fase da Operação Hermes e comparativamente à operação homóloga de 2016, registaram-se 694 acidentes (mais seis); dois mortos (igual); 15 feridos graves (menos cinco) e 234 feridos leves (menos 26).

Além do apoio aos condutores durante as viagens, foram também realizadas diversas ações de fiscalização, tendo sido detidos 132 condutores: 102 por condução com taxa de álcool no sangue (TAS) igual/superior a 1,2 gramas/litro e 30 por falta de habilitação legal para o exercício da condução.

No mesmo período foram detetadas 4 164 infrações, destacando-se: 1 899 por excesso de velocidade; 251 por condução com uma TAS superior ao permitido por lei; 142 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 107 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

A Operação Hermes decorre durante todo o período de veraneio. As próximas fases realizam-se de 28 a 30 de julho; 11 a 13 de agosto; 25 a 27 de agosto e 1 a 3 de setembro.