Municípios contestam aumento dos resíduos na ordem dos 100 por cento

ValnorA Valnor, do grupo EGF, quer aumentar em mais de 100 por cento o custo por tonelada dos resíduos urbanos da recolha de lixo.

Para travar este aumento, que coloca em desvantagem os 25 municípios que fazem parte da área geográfica abrangida pela empresa, os presidentes de câmara reuniram esta tarde de segunda-feira, dia 13.

Os municípios de Abrantes, Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo Branco, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Marvão, Monforte, Nisa, Oleiros, Ponte de Sôr, Portalegre, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Sousel, Vila de Rei e Vila Velha de Ródão vão reunir em assembleia-geral no próximo dia 7 de março com representantes da empresa.

A Valnor tem uma receção anual de resíduos na ordem das 128 mil toneladas.

Oiça as declarações de Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes e porta-voz dos municípios, nos noticiários da Rádio Campo Maior às 8, 9, 12, 16 e 19 horas.

Andreia Claro