GNR patrulha explorações agrícolas

campo-seguroA Guarda Nacional Republicana (GNR) está a realizar, até ao dia 31 de janeiro de 2017, o patrulhamento nas explorações agrícolas em todo o território nacional, com o objetivo de prevenir o furto de produtos agrícolas e de metais não preciosos.

Durante o período da operação Campo Seguro, serão empenhados militares dos Comandos Territoriais, do Serviço da Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA), da Investigação Criminal e dos Núcleos de Programas Especiais, que realizarão ações de patrulhamento com o intuito de prevenir e de reprimir a criminalidade nas explorações agrícolas, transmitindo assim aos agricultores um sentimento de segurança, proximidade e de confiança.

Na operação homóloga de 2015, registaram-se 59 crimes; 71 detenções; 483 indivíduos identificados e 297 contraordenações.

Dos ilícitos, a maior incidência registou-se no furto de azeitona, no furto de metais não preciosos e no furto de pinha mansa, tendo sido apreendidos no total 19,2 toneladas de azeitona; 165 quilos de metais não preciosos e 100 quilos de pinha mansa.