Quadro clínico do jovem de Elvas com Meningite “é estável”

nm

O quadro clínico do jovem de 18 anos de Elvas, que deu entrada ontem no Hospital de Évora, com Meningite, “é estável”, avança o porta-voz da Unidade de Saúde do Norte Alentejano, Ilídio Pinto Cardoso. O delegado de saúde pública de Elvas, José Martins, acrescenta que “as próximas horas vão ser cruciais”, lembrando que, apesar de estável, o jovem encontra-se “em estado crítico”: ainda “não se pode confirmar que esteja fora de perigo”.

“Este tipo de doença, que é relativamente rara, e que há vacina para ela, habitualmente não se pega de forma fácil, apenas através de contactos íntimos, mas há que tomar medidas juntos de quem está mais próximo, de quem habita na mesma casa”, explica José Martins.

Na origem da doença, adianta o delegado de saúde pública de Elvas, pode estar um acidente que o jovem elvense sofreu em agosto. O rapaz “sofreu um traumatismo craniano, o que facilitou a entrada da bactéria nas meninges”.

Não havendo razões para grandes alarmismos, quanto à propagação da doença, os alunos que frequentam o mesmo curso que o jovem, na secundária D. Sancho II, em Elvas, já receberam a visita do delegado de saúde. “São poucos alunos na sala e só se recomenda, eventualmente, fazer exames ao colega que está na mesma carteira”, acrescenta José Martins. “É um caso esporádico”, remata.