Homem mata advogada em Estremoz

advogado

Um homem matou, ontem à tarde, em Estremoz, a advogada da ex-mulher que a defendia em tribunal no âmbito de um processo de divórcio.

O homicida entregou-se, após o ato, às autoridades.

O crime ocorreu cerca das 16 horas de ontem no escritório da advogada, de 48 anos, situado na Praça da República, em Estremoz.

De acordo com as primeiras informações, o homem não teria gostado da forma como a advogada defendeu a ex-mulher no Tribunal da Comarca de Estremoz.

Por isso, decidiu ir ajustar contas com a causídica ao seu escritório.

De acordo com as autoridades, o homem não utilizou qualquer arma e poderá ter batido com a cabeça da advogada no chão.

A mulher foi transportada ainda com vida ao Serviço de Urgência Básica de Estremoz, onde acabou por falecer.