ÉVORA: EMPRESA PRETENDE DESPEDIR 127 OPERÁRIOS

KEMET_milspec1A multinacional norte-americana Kemet Electronics pretende avançar com o despedimento coletivo de quase metade dos trabalhadores da fábrica de Évora, num total de 127 operários.

Hugo Fernandes, dirigente do Sindicato das Indústrias Elétricas do Sul e Ilhas, em declarações à Rádio ELVAS diz que a multinacional norte-americana “está a deslocalizar parte da produção do Alentejo para o México”.

No ano passado, esta empresa já tinha anunciado um despedimento coletivo, mas depois acabou por recuar. Hugo Fernandes disse que a reviravolta aconteceu porque a empresa, no México, não estava certificada para produzir para este setor automóvel.

Os trabalhadores protestaram na semana passada , em Lisboa, frente ao ministério da Economia.

A fábrica de Évora da Kemet Electronics, que emprega cerca de 310 trabalhadores, produz condensadores de tântalo para telemóveis e para a indústria automóvel.