PSP TEM NA ESTRADA “OPERAÇÃO FESTAS SEGURAS 2013”

natalseguroA PSP já tem no terreno a Operação Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2013.

Esta será a última grande operação do ano e envolve todo o dispositivo policial numa dinâmica humana e material que se estenderá até ao dia 1 de janeiro de 2014. Serão 20 dias ininterruptos de uma Operação Nacional que pretende associar a segurança da PSP à vida dos portugueses nesta quadra especial com o lema: viva o seu Natal com a nossa Segurança.

Considerando o cenário expetável do acréscimo de movimento (pessoas, bens e dinheiro) nas principais superfícies e estabelecimentos comerciais, a PSP irá incidir o seu patrulhamento na visibilidade com vista à diminuição dos furtos por oportunidade (tendência de aumento em 2013, na ordem dos 19%1), furtos por carteirista (diminuição de 12%), furtos em supermercado (diminuição de 34%), roubos a pessoas (diminuição de 5%) e furtos em veículos (diminuição de 12%). Sobre este particular, refira-se que os crimes que tiveram mais expressão durante a Operação Festas Seguras 2012, foram: Furtos em veículos (1.600 ocorrências), furtos em residência com arrombamento (770 ocorrências), furtos de automóvel (744 ocorrências), furtos por carteirista (720 ocorrências) e furto por oportunidade (496 ocorrências).

A PSP disponibiliza a vigilância de residências, no mesmo sentido que promove durante o Verão com a diferença que, a ativação deste pedido terá que ser feito presencialmente nas Esquadras da PSP de todo o País.

Relativamente à vertente trânsito estará igualmente presente nesta Operação durante os 20 dias, onde à componente preventiva, incidirão uma vertente mais visível e atuante, principalmente nas manobras perigosas, uso do cinto de segurança, uso de telemóvel, sistemas de retenção, excesso de velocidade e condução alcoolizado. Na Operação de 2012 foram detidos mais de 1000 condutores embriagados (aumento de 9% face a 2011) e mais de 450 a conduzir sem carta de condução (decréscimo de 29% face a 2011), pelo que se apela aos condutores que evitem o álcool e a falta de habilitação legal para condução pois colocam em risco a sua vida, a vida dos ocupantes do automóvel que conduzem e a vida de terceiros. Em 2012 morreram, durante esta Operação, 10 pessoas vítimas de despistes (5), colisão (4) e atropelamentos (1).