DETENÇÃO POR FURTO DE CARRIS DO CAMINHO DE FERRO

gnrNo dia 27, pelas 16 horas, militares do NIC constataram a presença de vários garrafões de água junto a linha Cabeço de Vide/Fronteira dos Caminhos de ferro, seguindo-se-lhes botijas de gás, acetileno e oxigénio, material próprio para o corte de metal. No local encontravam-se também alguns indivíduos que, face à presença dos militares, se puseram em fuga, gritando para se avisarem mutuamente.

Após uma perseguição de quase uma hora pelo meio de vegetação rasteira e azinheiras, dois indivíduos acabariam por ser intercetados, não sem antes resistirem com violência à detenção, o que levou a que os militares tivessem de empregar a força necessária para o efeito, mas daí não resultando quaisquer danos físicos para nenhum dos intervenientes.

Os dois detidos, de 27 e 25 anos de idade, são de nacionalidade portuguesa e têm residência em Odivelas, ficaram detidos nas instalações da GNR, e foram hoje presentes ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, para 1.º interrogatório judicial de arguido detido. Até este momento ainda não são conhecidas as medidas de coação a que ficarão sujeitos.

 Relativamente ao material que iria ser furtado, três troços de carril já cortados, bem como o que já o havia sido anteriormente, a REFER avaliou o mesmo em €11.750,00 (onze mil setecentos e cinquenta euros), o que não chegou a acontecer pela firme e pronta intervenção desta Guarda