GNR faz buscas em Campo Maior

GNREsta segunda-feira, dia 4 de junho, no âmbito de um processo em investigação no Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial da GNR de Elvas referente ao crime de furto em residências, foram realizadas duas buscas domiciliárias na vila de Campo Maior.

 Nessa ação policial foram apreendidos os seguintes artigos: Um relógio; Um pregador em ouro com imagem; Vários fios e um pregador em ouro com imagem; Um terço em metal e pedra azul; Um alfinete de gravata; Três telemóveis; Uma caixa com quarenta e oito munições de calibre ponto 22.

Além destes objectos foram apreendidas pela Equipa de Proteção da Natureza e Ambiente (EPNA), também desse Destacamento, duas crias de ouriço-cacheiro, sendo elaborado auto de contraordenação. Ainda pela EPNA, foram elaborados dois autos de contraordenação pela posse de cão de raça perigosa (PITBULL), por se encontrar sem licença.

Até ao momento, já foram constituídos arguidos e sujeitos a TIR, no âmbito deste e outros inquéritos, três indivíduos do sexo masculino e de maior idade, 19/20 e 23 anos, e identificado um menor, todos eles de nacionalidade portuguesa e residentes em Campo Maior, que se têm vindo a dedicar ao furto em residências nesta vila alentejana e em outras nas proximidades.