Comissão de Utentes da Rede Viária do Caia organiza “Marcha Lenta”

marcha lentaA Comissão de Utentes da Rede Viária do Caia esteve presente em Campo Maior para discutir o problema da sinistralidade na Estrada Nacional 373 (EN373). Esta comissão composta maioritariamente por cidadãos campomaiorenses, surgiu na sequência do acidente automóvel ocorrido no início deste mês, do qual resultou uma vítima mortal.

A Comissão de Utentes da Rede Viária do Caia informou   que está agendada uma “marcha lenta” para o dia 24 de maio.

A Estrada Nacional 373 (EN373) é uma via onde se registam inúmeros acidentes e onde circulam muitos pesados de mercadorias. De acordo com informações recolhidas pela Infraestruturas de Portugal, passam diariamente, pela EN373, em média, cerca de 3602 veículos, sendo que cerca de 455 são pesados.

Foi então acordada a elaboração de um documento conjunto onde ficassem registadas as principais conclusões alcançadas nesta reunião, nomeadamente a identificação dos pontos críticos, a sinalética insuficiente de alguns setores, a identificação de troços onde se regista o maior número de acidentes, o possível reperfilamento longitudinal da estrada de Arronches e a avaliação do estado do traçado da EN373.

Este documento  será posteriormente enviado para as entidades competentes para que esta questão seja analisada com a maior brevidade possível.

 

 

Share on FacebookTweet about this on Twitter