Bancadas vazias nas finais da liga espanhola de basquetebol

DSC_0201As finais da liga espanhola de basquetebol de juniores decorrem em Badajoz e Elvas.

Ao coliseu rondão Almeida está previsto que passem mais de 600 atletas.

No entanto os poucos que se deslocaram à arena sentem a população devia vir ver os jogos bem como o torneio ter ligação com as escolas da cidade de forma a não só encher as bancadas, como também desenvolver a modalidade junto dos mais novos.

João Pires em declarações à Rádio Campo Maior assim o referiu. “É de louvar estas iniciativas e a convivência entre portugueses e espanhóis. é pena é que as escolas não venham cá, para que sejam promovidas o desporto e hábitos saudáveis, devem estar aqui apenas familiares de atletas e somente umas 15 pessoas para assistir ao torneio”, disse

José Laço, presidente da Junta de freguesia de Assunção, Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso, em Elvas, sente que as bancadas deviam “estar mais preenchidas”, no entanto assume que o torneio vai “dinamizar muito a cidade de Elvas”, e será importante para a “economia” da cidade”.

Sentado a ver os jogos, Vítor Barrete também se mostrava insatisfeito com a falta de adesão dos elvenses ao Coliseu da cidade.

A competição é organizada pla Federação Espanhola de Basquetebol, em parceria com os municípios de Badajoz e Elvas e decorre até sábado, 12 de maio.

Oiça as declarações nos noticiários