Urgência da Pediatria do Hospital do Espírito Santo em Évora à beira da rotura

imagem_047O serviço de urgência da pediatria do Hospital do Espírito Santo em Évora está perto da rotura, o que motivou o descontentamento dos médicos que expuseram as suas queixas numa carta enviada ao Presidente do Conselho de Administração e com o conhecimento do Presidente da ARS Alentejo, do Bastonário da Ordem dos Médicos, do Sindicato Independente dos Médicos e da Federação Nacional dos Médicos.

Entre as queixas está a falta de condições nas instalações que prestam atendimento a doentes até aos 14 anos e o reduzido número de pediatras para o preenchimento de todos os turnos. O número insuficiente de profissionais já levou a que se contratassem tarefeiros para ajudar na prestação de cuidados mas mesmo assim é insuficiente. A equipa de médicos salienta que está exausta por trabalhar para além dos limites no número de horas e teme pelo fecho do próprio serviço de urgência.

Nos últimos dois anos saíram da equipa de urgência de pediatria 8 profissionais, e todas estas preocupações têm sido alvo de inúmeras exposições da atual equipa que compõe o serviço de urgência da pediatria, ao Conselho de Administração do Hospital. Segundo os médicos a maioria das queixas não obtem resposta.

A Rádio Elvas contactou a ARS Alentejo, que diz já ter conhecimento do caso e que está a tentar resolver a situação.

Share on FacebookTweet about this on Twitter