Pão Alentejano pode ser produto certificado

img_818x455$2017_12_05_09_38_31_690317A Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo pretendem que o Pão Alentejano seja certificado.

Este é um processo que ainda está em consulta e em breve os organismos vão reunir com o fim de se delinearem estratégias para que esta certificação seja alcançada, de acordo com Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo.

De acordo com as organizações, uma certificação pode “valorizar e proteger um produto com forte impacto económico na região” e “aumentar a competitividade das micro e pequenas empresas do setor e de outras atividades a montante e a jusante da fileira do pão.”

Esta parceria entre a Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo quer que seja criado um agrupamento de produtores de Pão Alentejano “que, beneficiando do trabalho já desenvolvido e dos instrumentos disponibilizados, estará em condições de avançar com o processo de certificação.”

Até agora, estas entidades já fizeram uma candidatura ao SIAC – Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Qualificação, no âmbito do Alentejo 2020. Para além disso, elaboraram um caderno de especificações descritivo de todo o processo de confeção do pão alentejano e criaram um painel de provadores, fruto de uma parceria com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Beja.

 

Share on FacebookTweet about this on Twitter